arquivo | Cultura Feed RSS para este arquivo

Exposição: Frente à euforia | Frente a la euforia

Por Fábio Zuker, Isabella Rjeille e Mariana Lorenzi* Do mesmíssimo modo que nossos melhores planos, disse Austerlitz, como me lembro, sempre se convertem no seu exato oposto, quando postos em prática. W. G. Sebald Ao compreender as projeções em relação ao futuro como produtos imaginários e efêmeros, Frente à Euforia indaga sobre os modos de […]

Continue lendo

O homem que amava os cachorros: perspectivas sobre o comunismo

por Felipe Freller* Um dos interesses do excelente romance histórico O homem que amava os cachorros, do escritor cubano Leonardo Padura Fuentes, recém-publicado no Brasil pela Editora Boitempo, reside na apresentação de três perspectivas históricas diferentes sobre a experiência do comunismo no século XX. Por perspectiva histórica, estou entendendo menos uma interpretação coerente e sistemática […]

Continue lendo

Carnaval de ontem e de hoje: segregação e integração

“Hoje eu vou sambar na pista, você vai de galeria Quero que você me assista na mais fina companhia Se você sentir saudade por favor não de na vista Bate palma com vontade Faz de conta que é turista” Chico Buarque – Quem te viu Por Veridiana Domingos* O tema da redação da FUVEST[1] deste […]

Continue lendo

Constantino e seu apreço pelo 25 de dezembro: história sobre a criação do Natal

Por Veridiana Domingos* Muito se ouve sobre a necessidade de retomar o “espírito do Natal” em meio a essa loucura que o comércio instaura (e as pessoas entram de cabeça) todo mês de dezembro. Pelas afinidades que tenho com o tema da “memória social”, sempre me ponho a refletir, no entanto, por que não resgatar […]

Continue lendo

Chaves contra Bolaños: a história vista de baixo

Por Caetano Patta* A morte de Roberto Gomez Bolaños fez pensar sobre o que fazer de nossos vínculos positivos com obras e personagens, quando o criador tem posturas, aos nossos olhos, repugnantes. Muitos viram nos seus programas certo apelo a causas sociais, um humor avesso a preconceitos ou até um importante ponto de identidade para […]

Continue lendo

Inferno, de Yael Bartana

Por Fábio Zuker* Destaque da 31a Bienal de São Paulo, gerando curiosidade do público e comentários da crítica, Inferno (2013) é um trabalho de videoarte de cerca de vinte minutos da artista israelense Yael Bartana . O vídeo narra a autoimplosão do Templo do Rei Salomão durante aquilo que seria sua inauguração. O Templo foi […]

Continue lendo

O adeus ao professor de espantos

* Por Camilla Wootton Villela É assim que construímos a nossa vida: com Sonhos e Inteligência. É assim que se constrói um país melhor: com Sonhos e Inteligência. Esse é o programa básico da educação.   (Rubem Alves)   Foi na Bienal do Livro do Rio, em 2011, que vi Rubem Alves ao lado do […]

Continue lendo

Ariano Suassuna e um certo purismo cultural

Por Fábio Zuker* Nascido em 1927 na Paraíba e morto vítima de um AVC na última quarta-feira aos 87 anos, Ariano Suassuna figura entre os escritores e intelectuais brasileiros de maior repercussão nacional. A sua concepção de cultura popular traz, entretanto, uma série de contradições, que se tornaram claras em alguns momentos, como em debates […]

Continue lendo

Pela eroticidade da arte: sobre os diários de Susan Sontag

Por Fábio Zuker* Publicado no Brasil em 2009 pela Companhia das Letras, Diários (1947-1963) – Reborn (Renascida), no título original em inglês –, de Susan Sontag, é um mergulho no universo mental de uma das mais influentes intelectuais norte-americanas do século XX. Nascida em 1933, foi uma escritora, cineasta, dramaturga, professora e ativista política. Seus […]

Continue lendo

Exposição artevida: um olhar marginal sobre a história da arte

Por Fábio Zuker* Com curadoria de Adriano Pedrosa e Rodrigo Moura, organizada para ocorrer em quatro espaços da capital carioca, a exposição artevida abre, no próximo dia 27 de junho, na Casa França-Brasil, no Parque Lage e na Biblioteca Parque Estadual, e, no dia 19 de julho, no Museu de Arte Moderna do Rio (MAM). Trata-se […]

Continue lendo

Glitch Art: o ruído digital e a arte

 *Por Viviane Letayf A dominante e contínua busca por um meio sem ruído foi – e sempre será—nada mais que um lamentável dogma. (Rosa Menkman)[1]   A exploração dos sons causados pelo mau funcionamento ou simples interrupção do funcionamento de meios eletrônicos desempenhou um papel importante na cena da música experimental dos anos 1990[2]. Porém, ainda […]

Continue lendo

Machado: decifra-me e me devore

Por Fábio Zuker* Pois é, Machado de Assis está de volta aos debates públicos, tanto nas grandes mídias como nas redes sociais. Desta vez, a questão gira em torno do projeto financiado pelo Ministério da Cultura destinado a ”facilitar” a compreensão das obras do escritor para um público não acostumado a ler livros ”difíceis”. Pretendo […]

Continue lendo

Deixem Machado em paz!

Por Camilla Wootton Villela*  Machado de Assis esteve em pauta nas últimas discussões sobre literatura brasileira devido a um projeto que visa a “facilitar” a leitura de grandes clássicos nacionais para democratizar o acesso à leitura num país que não lê. Mas a situação é tão complexa que merece uma avaliação mais cuidadosa, começando pela […]

Continue lendo

Memórias de leituras: Gabriel García Márquez

Por Fábio Zuker * Talvez poderia dizer, com o devido perigo do exagero, que o prazer que desenvolvi por obras pequenas parece sempre surgir em contraposição à leitura de grandes projetos literários. São, sem sombra de dúvidas, experiências diversas e muito difíceis de serem comparadas. Se os livros longos nos proporcionam um mergulho lento e duradouro […]

Continue lendo

A nova cara do Rio

Por Fábio Zuker * O atual momento vivenciado pelo Rio de Janeiro, com as chamadas ”pacificações” das comunidades, internacionalização da cidade e aumento dos custos de vida, parece apresentar uma série de ganhos da política de segurança pública do Estado. Projeto de pacificação contraditoriamente capitaneado de modo violento, transformou a paisagem urbana da zona sul e […]

Continue lendo

Os muitos universos de Camille Henrot

Por Fábio  Zuker   e Viviane Letayf  *                                                                                  Otras dificultades propone el tiempo.Una, acaso la […]

Continue lendo

Macabro e perverso na obra de Joca Reiners Terron

Por Fábio Zuker* Ambientado no bairro do Bom Retiro, o livro A Tristeza Extraordinária do Leopardo-das-Neves, de Joca Reiners Terron, estrutura-se ao redor de quatro histórias, diante das quais o leitor espera com anseio o momento em que elas irão se cruzar. Parte da romance transcorre durante a noite – e mesmo as passagens diurnas têm […]

Continue lendo

Grand Palais apresenta retrospectiva de Bill Viola

Por Viviane Letayf* Bill Viola é um artista contemporâneo, estadunidense, reconhecido internacionalmente pela sua inserção na videoarte, sendo por muitos considerado um dos principais expoentes dessa vertente artística e, não raramente, apontado como um dos seus pioneiros. Sua exposição individual no Grand Palais, em Paris, se trata de uma dupla estreia: uma novidade tanto para o […]

Continue lendo

A aparente beleza do vazio

Por Fabio Zuker* La grande Bellezza, co-produção ítalo-francesa dirigida por Paolo Sorrentino  e vencedor do Oscar de ”Melhor Filme Estrangeiro” gira em torno da vida social e dos sentimentos mais íntimos do jornalista Jep Gambardella. Entrevistador notável por sua incomplacência e que passa seus dias frequentando festas chiques, conquistando mulheres, indo a caros restaurantes e recebendo amigos […]

Continue lendo

São Paulo: a cidade cinza

Por Gabriela Ferreira* No final de janeiro, tive a oportunidade de participar de um cine-debate realizado ao ar livre em frente ao Centro Cultural Palhaço Carequinha, no Grajaú. O filme exibido foi “Cidade Cinza”, documentário lançado no final de 2013 que traz à tona a questão do grafite na cidade de São Paulo. Já o bate-papo […]

Continue lendo

O conflito árabe israelense através do olhar ideológico da Rede Globo

Por Veridiana Domingos* Não há como negar que a televisão e, principalmente, as novelas da Rede Globo têm influência na percepção e comportamento de uma parcela da sociedade brasileira. A novela das 21h da emissora é, há anos, uma das maiores audiências da televisão brasileira. A grande popularidade e a mídia pela qual é vinculada […]

Continue lendo

O iraniano “A Separação”, entre modernidade e tradição

por Veridiana Domingos* Tempo de férias, trânsito mais ameno, tempo sobrando. É nesse clima que a seção de cultura indica um filme para ser visto, pensado e repensado. Faço uma análise crítica, mais aprofundada do premiado iraniano  “A Separação” (2011), dirigido por Asghar Farhadi. Fruto da cultura de um país islâmico controverso – o Irã […]

Continue lendo

Ensaios sobre a morte no teatro: sensibilidade e poesia na Bela Vista

Há exatos dois anos, assisti, no Teatro Coletivo, à peça Relicário Inventado, parte da trilogia Ensaios sobre a Morte, do diretor e dramaturgo Bernardo Machado Fonseca (que em Epitáfio também atua brilhantemente) que tratava do meu tema predileto: a memória. Ali, o menino Ícaro transitava pelas cenas tentando reconstruir (ou construir) memórias da namorada e […]

Continue lendo

Doc: Verdade 12.528

Como manter viva a memória dos que tombaram durante a ditadura militar? De que maneira contornar os impedimentos legais trazidos pela Lei da Anistia, promulgada há trinta anos, e prosseguir com os trabalhos de resgate e reconstrução deste período? De que modo juntar os fatos dispersos para montar o quebra-cabeças e recuperar a imagem de […]

Continue lendo