arquivo | maio, 2015

A medicina que não cura

Por Alexandre Branco Pereira* Há décadas, vimos acontecer a revolução do Prozac. Seu surgimento (apelidado carinhosamente de happy pills) causou frisson no mercado de medicamentos destinados a tratar condições psiquiátricas. Era a primeira vez, em 1986, que um medicamento arquitetado para combater os sintomas clínicos da depressão causava tão poucos efeitos colaterais. Os tratamentos anteriores […]

Continue lendo

Clipping da Semana

HISTÓRIA 10 raras fotografias de escravos brasileiros feitas 150 anos atrás: Quando estudamos a escravidão no ambiente escolar não estamos habituados a ver imagens reais de escravos do Brasil. A fotografia é um elemento que aproxima o leitor da realidade, e por conta disso, é muito importante estabelecer este tipo de contato na hora de […]

Continue lendo

Exposição: Frente à euforia | Frente a la euforia

Por Fábio Zuker, Isabella Rjeille e Mariana Lorenzi* Do mesmíssimo modo que nossos melhores planos, disse Austerlitz, como me lembro, sempre se convertem no seu exato oposto, quando postos em prática. W. G. Sebald Ao compreender as projeções em relação ao futuro como produtos imaginários e efêmeros, Frente à Euforia indaga sobre os modos de […]

Continue lendo

Resultado das eleições britânicas (ou como curar uma verruga enfiando o dedo na tomada)

Por Radamés Marques* Notem que coisa interessante: durante a última semana, todos os jornais estampavam que os grandes vitoriosos dessas eleições tinham sido o Partido Conservador e o Partido Nacional Escocês. O primeiro conseguiu mais de 50% das cadeiras no Parlamento, o que lhe permite governar sozinho durante os próximos anos, sem muita dificuldade para […]

Continue lendo

Entrevista com Luiz Alberto Mendes

Por Veridiana Domingos Cordeiro* Luiz Alberto Mendes nasceu no início da década de 1950, em São Paulo. Foi condenado a mais de cem anos de prisão por assalto à mão armada e homicídio e cumpriu mais de trinta anos de pena. Nos livros, ainda de dentro da prisão, encontrou um novo caminho. Começou a ensinar, […]

Continue lendo

Desde quando criança é criança? O caso de MC Melody e a sexualização da infância

Por Veridiana Domingos Cordeiro* Os vídeos da MC Melody, uma cantora de funk de apenas oito anos, filha do também funkeiro MC Belinho, têm tomado as redes sociais nos últimos dias. Os vídeos mostram a menina cantando música do gênero funk, muitas vezes juntamente com seu pai, vestida com roupas que cantoras adultas do gênero […]

Continue lendo