Clipping da Semana

 

Arte gráfica de Christian Zander, cujo portfolio pode ser acessado em: http://work.emperorofantarctica.com/

Arte gráfica de Christian Zander, cujo portfolio pode ser acessado em: http://work.emperorofantarctica.com/

HUMOR e CULTURA 

Mourinho, técnico do Chelsea, reage aos posts da TV Revolta. Parece que não gostou.

mourinho-waving-finger

Etiquetas que denunciam mal jornalismo (em inglês): com frases como “cuidado, este artigo não fez perguntas importantes” e “este artigo é baseado em fontes não verificadas”, Tom Scott cola etiquetas nos jornais de livre circulação de Londres. (Tom Scott)

Retrato de uma juventude: ‘O selfie é a expressão contemporânea da iconofilia. Torna visível a força invisível da tribo’, diz sociólogo francês. Socializamos o tempo todo, compartilhamos o tempo todo, curtimos o tempo todo. Curtimos? (Estadão)

POLÍTICA e SOCIEDADE

Haddad rebate críticas ao programa Braços Abertos: Após 4 meses de programa Braços Abertos, a prefeitura de São Paulo autorizou a instalação de cercas na região da Luz como forma de delimitar o espaço para os usuários de crack. (GGN)

A crise é maior do que a chuva: Ainda que pouco eficiente a esta altura, a tentativa do governo de São Paulo de circunscrever as causas da falta de água a fatores meteorológicos busca evitar o questionamento das políticas produtoras dessa crise, que vêm sendo concretizadas há décadas. (Le Monde Diplomatique)

Dois de cada dez fiscais de contas públicas respondem a processos no Brasil: “Os Tribunais de Contas são desenhados para não funcionar. Dois terços dos integrantes são nomeados pelo Legislativo e um terço pelo Executivo; eles costumam ser indicados justamente para neutralizar o papel fiscalizatório desses órgãos – e, de quebra, para agradar a correligionários, parentes e aliados” (El País)

Legalização das drogas não é caminho para diminuir violência: O problema da violência em relação às drogas é que ela não é gerada só pelo tráfico. Antes dele estão o transtorno mental e a diminuição do controle sobre os impulsos causados pela droga no cérebro humano. (UOL Opinião)

Militares envolvidos no atentado do Riocentro são acionados pela Justiça: O atentado ao Riocentro previa a explosão de várias bombas durante um show em comemoração ao Dia do Trabalho. Na ocasião, um dos artefatos explodiu dentro do carro modelo Puma que levava os dois militares que executavam o atentado, provocando a morte do sargento Guilherme Pereira do Rosário e ferimentos no capitão Wilson Machado. (GGN)

Joaquim Barbosa devolve parte de diárias de ida à Europa: Barbosa recebeu R$ 14.142,60 para 11 dias de viagem à Paris e Londres entre os dias 20 e 30 de janeiro, cidades onde o ministro foi convidado a proferir duas palestras. O ressarcimento de parte das diárias não foi publicado no site do Supremo. Por meio da Lei de Acesso à informação, o Estado obteve os dados: o ministro devolveu R$ 3.406,74 ao retornar ao Brasil. (Estadão)

Lula cobra regulação da mídia em encontro com blogueiros em SP: “Que não venham dizer que isso é censura, que estamos tentando controlar os meios de comunicação, porque quem tem que controlar os meios de comunicação é o telespectador, é o ouvinte, é o leitor. O que todos nós exigimos é que haja neutralidade e seriedade nas informações nesse país”. (G1)

Não era nada, não era nada, e não era nada mesmo: O que os jornais apresentaram como retrato daquilo que deveria ser a mais ampla mobilização contra a Copa do Mundo é um verdadeiro chabu. A expressão popular representa o fiasco do rojão que não detona. O fiasco dos protestos fica ainda mais patético quando se observa o cartaz levado por alguns manifestantes, onde se podia ler: “Dia Mundial contra a Copa”. (Observatório da Imprensa)

Relato da manifestação – PM acaba arbitrariamente com Ato: A verdade é uma só: novamente a PM, com sua atitude truculenta e irracional, cerceia o direito de livre manifestação. Estão atendendo ordens expressas para acabar com os atos. (Território Livre)

CIDADE

Plano diretor: resumindo. Como disse, o plano em geral é bom, e avança em relação ao anterior. Se vai ser de fato aplicado, são outros quinhentos, mas isso não elimina a necessidade de que seja aprovado. Porém, alguns pontos ainda podem mudar completamente o sentido do plano, e devem ser alterados. (Cidades para quem)

A luta antimanicomial e o direito à cidade: Em cidades como São Paulo, agimos de forma excludente com as pessoas em sofrimento psíquico. Um exemplo são as ações higienistas contra usuários de drogas. (Carta Capital)

Emergência habitacional: famílias ocupam um terreno em Itaquera, próximo ao estádio do Itaquerão, onde no dia 12 de junho ocorrerá a abertura da Copa do Mundo. Batizada de “Copa do Povo”, a ocupação começou com cerca de 300 famílias, mas na segunda-feira mais de 2 mil já estavam acampadas no local. (Raquel Rolnik)

ECONOMIA

Brasil tem pouca dependência de capital externo, afirma Tombini:  a regulação e supervisão prudenciais realizadas pelo BC são mais rigorosas do que as observadas na maioria das economias avançadas, o que ajuda na avaliação do comportamento dos mercados. “Nossa supervisão é intrusiva e conta com importantes sistemas de registros e monitoramento, permitindo uma avaliação abrangente”. (Estadão)

Piketty e nós:  Piketty foi tratar do tema mais precioso, espinhoso e incerto da economia política, a distribuição da riqueza. E fez isso cometendo heresias para a maior parte das seitas de economistas: o autor francês abomina a matematização excessiva, a pretensão cientificista e os jargões. Diante das controvérsias entre teorias, a fórmula mais repetida em seu livro é “vejamos os fatos”. (Piauí)

A troubled union: The biggest worry may stem from the perception that the crisis is over. This is likely to slow or even stop further reforms. If that happens, the EU and the euro will get into trouble again—and the outcome next time could be even worse. (Economist)

MUNDO

Developing nations could benefit from trying Southern democracy: If they want long-term stability, Egyptians need pluralism, power-sharing and institutions that can resolve conflict, not suppress it. But they need not look to Europe or North America for examples: The developing world has many such institutions, if only they make the effort to find them. (Washington Post)

Venezuela – crise de abastecimento de produtos básicos se intensifica: crise de abastecimento se intensifica na Venezuela e atinge hotéis do país. Além disso, as companhias aéreas anunciaram suspensões nas rotas oferecidas para Caracas, alegando falta de pagamento. Dados divulgados pela imprensa venezuelana indicam que atualmente a escassez no país se aproxima de 30% para 19 produtos da cesta básica. (Valor)

FARC anunciam que vão se desvincular do narcotráfico após firmado acordo de paz: Substituição e erradicação manual de cultivos ilícitos; desminagem e limpeza de campos minados durante o conflito armado; estabelecimento de uma nova política para combater a lavagem de dinheiro e a corrupção estatal vinculada ao tráfico. (EBC)

Can Brazil pull it off in Venezuela? Luiz Alberto Figueiredo is facing the most challenging task since taking over the Brazil’s embattled Foreign Ministry. After being roundly criticized for his initially timid reaction to mounting violence in Venezuela in early February, Figueiredo has now turned into a key actor in UNASUR’s attempt to restart a constructive dialogue between President Maduro and the opposition. (Post Western World)

Tags:

Categorias: Clipping

Conecte-se

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

Nenhum comentário ainda.

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: